Google revela mais detalhes sobre o Stadia

Na tarde desta quinta (6), a Google apresentou por meio de uma conferência online novos detalhes do seu novo serviço de streaming de jogos, o Stadia.

O serviço promete a possibilidade de jogar qualquer jogo por meio de streaming, através de qualquer dispositivo, sendo necessário apenas uma conexão de internet e o controle desenvolvido pela Google. Enquanto isso, quem fornece o poder de processamento para rodar os jogos, são os servidores da empresa.

No evento foram revelados preço do serviços, requisitos mínimos, e jogos que acompanharão o serviço. Para que seja possível jogar na menor das configurações, com resolução de 720p e 60fps e som Surround de 5.1, é necessário uma conexão de no mínimo 10mbps de download e 1mbps de upload.

Já na configuração mais alta, para jogar em 4K com suporte à HDR, à 60fps e som Surround 5.1, uma conexão de no mínimo 35mbps de download é exigida.

Apesar de parecerem poucos os requerimentos, é necessário esperar pra ver como o serviço realmente funcionará, pois há a questão da latência que não depende de fato da conexão de internet, e sim de questões como localização e funcionamento dos servidores da Google.

Foi anunciado na conferência um Bundle de lançamento chamado de “Founder’s Edition”, que traz uma versão mais potente do Chromecast (Ultra), um controle escuro, Destiny 2 com possível cross-save com PC e Xbox One e 3 meses de assinatura. Para ter acesso à essa versão do serviço, o valor cobrado será de US$129 dólares, cerca de R$500 reais. O controle poderá ser comprado separadamente por US$69 dólares, cerca de R$267 reais.

O custo mensal do Stadia Pro é de US$9,90, cerca de R$38 reais, que promete suportar 4k e 60fps. Você teria acesso a um catálogo grátis, mas ainda assim seria necessário pagar para jogar os jogos — e ter o perfil Pro te daria descontos para isso, de maneira semelhante à PlayStation Plus ou à Xbox Live Gold.

Também haverá uma versão básica do serviço, chamada de Stadia Base, que aparentemente será oferecida de forma gratuita, mas com algumas limitações, como as configurações de resolução reduzidas para 1080p, por exemplo, além de não ganhar descontos ou jogos gratuitos, como seria no Stadia Pro.

14 países estão previstos para receber o serviço neste primeiro momento, mas o Brasil ainda não consta nessa lista. A partir de novembro o Google Stadia estará disponível para os seguintes países: Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Irlanda, França, Alemanha, Itália, Espanha, Holanda, Bélgica, Finlândia, Dinamarca, Suécia e Noruega.

E você, está animado com essa nova plataforma que promete ser a Netflix dos games?

Escrito por Giovanni Ferreira

Nascido no início dos anos 90, jogador desde a infância. Leitor de HQs desde os 10 anos de idade. Atualmente publicitário, Mestre em Comunicação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: