Destrinchando o trailer de Death Stranding.

Muitos estavam sem entender nada sobre o jogo do Kojima até o presente momento,mas parece que em fim as coisas começaram a clarear. Este jogo não é apenas um “filminho” como muitos dizem ou “Walk simulator”,ele foca em trazer uma nova proposta que envolve sobre tudo “As conexões” e não seguirá os padrões convencionais dos jogos de ação.

Death Stranding parece não ser apenas a “Master piece” do Kojima, mas seu grande “Tapa sem mão” na cara da Konami,e para quem não acompanhou a treta NEWS confira na integra o post que fizemos sobre a novela Kojima VS Konami >>>>> Link KOJIMA VS KONAMI

Para quem conhece um pouco da história sabe que Kojima sempre tem algo a revelar em seus jogos e através de mensagens em trailers. Neste jogo é preciso ter inteligencia e uma certa atenção para entender os fatos narrados pois Kojima como sempre teve o sonho de ser diretor de cinema e vem a cada dia realizando seu sonho e inovando a maneira de se jogar trazendo uma certa dramaticidade aos seus jogos, e Metal Gear é um exemplo claro disto,e não é á toa que é um dos jogos mais icônico de todos os tempos.

Também lançamos uma matéria contendo os trailers lançados nesta Gamescom onde vocês poderão conferir, e focaremos exatamente nisto para que vocês possam compreender um pouco mais da história.

Kojima foi apresentado com honraria e em suas primeiras palavras ele disse que o jogo esta em seu momento mais importantes para ser finalizado e isto requer tempo e dedicação ( Até porque o jogo já tem data de lançamento) mas ele afirma que precisava estar lá na Gamescom para poder ter este momento com seu público.

Kojima disse que seu jogo é um estilo de jogo totalmente inovador (Assim como Metal Gear foi ao seu tempo e influenciou muitos jogos do gênero de táticas de espionagem) e que se trata de um jogo em mundo aberto e que envolve exploração, e em sua apresentação sobre o jogo ele gostaria de apresentar mais personagens novos para que possamos entender um pouco mais da história ( É necessário se atentar aos personagens pois eles contam sobre pilares onde o jogo se apoia em relação a sua narrativa).

O que talvez frustrará a muitos gamers imediatistas de plantão é que a proposta de Kojima com DS não é seguir a linha dos jogos de ação já convencionais e sim criar outra alternativa para se resolver os pontos que regem a trama principal do jogo que são as “Conexões”, ou seja, segundo Kojima nem sempre enfrentar seu inimigo será a solução para a resolução das questões neste jogo.

Controlamos então o Sam, um especie de renegado ao que parece que presta serviços para uma organização chamada BRIDGES,parece que vivemos em um mundo pós apocalíptico e trabalharemos em 2 universos/dimensões ou como você quiser entender mundo espectral pós morte onde teremos uma interação.

Segundo Kojima, vai funcionar da seguinte maneira”, diz a matéria original. “Quando você está pronto para retornar ao mundo dos vivos, poderá voltar ao corpo de Sam. No entanto, ao contrário da maioria dos games que leva o jogador para um ponto anterior do qual morreu, Death Stranding reconhece sua derrota e parece até mesmo abraçá-la. Você é transportado de volta ao mundo após a morte — como em Dark Souls — onde suas ações mantêm uma aura de persistência. A mecânica de morrer é ubíqua em games, mas parece que Kojima está implementando sistemas inspirados no purgatório e reencarnação.

Percebemos que Sam esta sempre conectado ao Baby em uma espécie de útero/incubadora e este útero artificial permite Sam se conectar com o baby que por sua vez esta conectado ao mundo dos mortos, e Sam estar conectado ao bebê lhe permite a habilidade de ver ou sentir os BTS.

Kojima também falou sobre a misteriosa chuva mostrada no trailer anteriormente e que parece acelerar o envelhecimento de qualquer coisa que entre em contato com ela. Conforme explicou Kojima, ela se chama Timefall e é um dos aspectos mais importantes da trama, com o protagonista Sam (interpretado por Norman Reedus) tendo um ligação especial com ela. Porém, ele não quis entrar em detalhes sobre essa parte.

A medida que você explorar outras locações você também poderá armazenar mais dados ao Data centro ao qual você conecta o bebê e isto te dará maior possibilidade de conexões e esta faz parte de uma das mecânicas do jogo.

Um dos novos personagens recém mostrados foi a “MAMA- Margaret Qualley” onde ela também esta conectada a um bebê e ela no vídeo diz que é a mãe desta criança que infelizmente nasceu no outro lado( Mundo pós morte) e ra isto tenha ocorrido eles estão conectado por um cordão Umbilical (Como em Beyond Two Souls) e por isto eles Co-existem,ela infelizmente não pode se mover desta localidade onde se encontra justamente porque o bebê esta do outro lado.

No outro vídeo vemos o DeadMan(Guillermo Del Toro) e o Bridge Baby,aqui Sam solicita a ajuda do Deadman ao que me parece seria uma espécie de Oráculo no jogo ou homem da ciência e paranormatividade e que será um guia para Sam, é necessário lembrar que cada personagem tem sua Sub-história que se conecta a história principal do jogo o que nos leva a crer que seja um mecanismo similar aos NPCs de Dark Souls,embora não sabemos se será obrigatória encontrar ou cruzar com todos os NPCs de forma scriptada ou se teremos a liberdade aleatória de encontrar estes NPcs ao longo de nossa jornada.

Após esta apresentação dos personagens se segue um vídeo da gameplay onde mostra Sam em um mundo aberto a ser explorado e claramente se percebe que o mecanismo envolve não somente certas habilidades como também acesso a um diagrama com equipamentos que lhe possibilitará melhor exploração e acesso a algumas áreas.

Sam de fato parece ser aqui um tipo de mensageiro ou um mercenário no tocante a fazer missões por interesse, e cada vez que você cumprir estas missões você terá acesso a recompensas e também poderá desbloquear novas áreas de exploração. Propositalmente o jogador aqui cai de uma certa altura para criar a ação de uma eventual carga de stress no bebê ao qual parece ter que ser acalmada e isto se dá da forma mais sugestiva que é ninar a criança para que ela se acalme e isto também estava presente no vídeo da MAMA onde a mesma fez isto para acalmar a criança e Kojima deixa claro que isto será da forma mais criativa que você possa imaginar,pois através do controle do PS4 você usará o sensor dele para literalmente ninar a criança que esta com uma carga excessiva de stress e isto causa uma especie de envenenamento ao liquido deste útero artificial.

Sam no inicio do gameplay também tem a chance de “urinar”,sim você não leu errado ele urina e existe um contador que faz esta marcação até que aquilo zere o que nos leva a crer que esta será uma forma de fazer algum despejo por parte do útero artificial,assim também como a incubadora Bridge Baby que fará não somente a descarga dos níveis de stress do bebê como irá fazer um upgrade por parte dos dados da área.

Kojima diz que você como Sam terá a missão de reconectar as pessoas e partes das cidades ruídas neste processo catastrófico, e você lidará com BTS(especie de inimigo do mundo dos mortos) ou terroristas que estarão como obstáculo em seu caminho, ao longo de sua jornada estes NPCs que você poderá encontrar chamados de Preppers poderão prover para vocês coisas interessantes para te ajudar durante esta jornada mas que não será de forma delivery pois para que isto aconteça você terá que trocar favores com eles oferecendo a eles itens ou realizando missões.

Bem Kojima encerrou sua participação e ofereceu um pouco mais do que precisávamos para ligar os pontos e entender melhor sobre o jogo e ao final ele disse que o tema central do jogo é de fato conectar pessoas e lugares e por isto este lance de trabalhar com os elementos de cordas e os cordões umbilicais que conectam você a alguma coisa, algum lugar ou a pessoas,sabemos que isto não é novo,como disse esta temática de conexão foi explorada em beyond two souls mas a forma com que Kojima faz que pode ser revolucionária, ou pelo menos é o que esperamos como ele fez com em suas obras incríveis.

Escrito por mayckonfleshbonez

Mayckon é gamer desde os tempos do Atari,passou sua vida lendo Ação gamers e se descobrindo no universo dos jogos,passou pela geração do SNES,DreamCast,Xbox360,Playstation 1,2,3 e recentemente o 4,como produtor cultural se desenvolveu nas áreas de vídeo edição e Designer, possui um Blog voltado para danças(StreetDance)onde se desenvolveu através da media informativa e junto com a equipe NaçãoPs4Brasil se dispõe a trazer conteúdos neste radical mundo dos Gamers.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: