Horizon pode sair para PC em 2020

Perder a exclusividade será um problema?

O exclusivo Horizon: Zero Dawn do PlayStation 4 poderá chegar aos computadores este ano, disseram fontes ao Kotaku.
É uma iniciativa sem precedentes para a Sony que sinaliza um futuro em que a editora lança jogos para plataformas além de seus próprios consoles.

Esta notícia vem de três pessoas familiarizadas com os planos da Sony, todas falando anonimamente porque não estavam autorizadas a falar com a imprensa. A Sony não respondeu imediatamente a um pedido de confirmação.

Horizon: Zero Dawn é um jogo de mundo aberto ambientado em uma versão pós-apocalíptica dos Estados Unidos que foi invadida por dinossauros robóticos, lançada para o PS4 em fevereiro de 2017.
Foi aclamada pela crítica e teve sucesso comercial para seu desenvolvedor, Guerrilla Games, que pertence e é operado pela Sony. E, como outros jogos publicados pela Sony nas últimas duas décadas, era exclusivo para o console PlayStation, ajudando a impulsionar as vendas da Sony, além de gerar receita por conta própria.

Agora, três anos depois, Horizon estará em outra plataforma pela primeira vez. Será o primeiro jogo do Guerrilla em uma plataforma não-PlayStation desde que a Sony comprou o estúdio com sede na Holanda em 2005. Também será uma oportunidade para a Guerrilla mostrar suas habilidades técnicas. Horizon: Zero Dawn, que foi restringido pelo hardware do PlayStation 4 , bloqueando em uma taxa de 30 quadros por segundo.

Este poderá ser o primeiro grande jogo exclusivo de um desenvolvedor da Sony a chegar ao PC. Death Stranding, lançado para o PS4 em novembro passado e também chegará ao PC ainda este ano, foi financiado e publicado pela Sony, mas desenvolvido por um estúdio independente, a Kojima Productions. (De fato, a versão para PC de Death Stranding é publicada por uma empresa diferente, a 505 Games.) O estúdio francês Quantic Dream, também independente, teve um acordo semelhante no ano passado, publicando seus jogos Heavy Rain, Beyond: Two Souls, e Detroit: Become Human no PC sem o envolvimento da Sony.

Outra coisa que Death Stranding e Horizon: Zero Dawn compartilham é a tecnologia, ambos os jogos rodam no Engine da Guerrilla, um conjunto robusto de ferramentas e software para a criação de videogames em mundo aberto. A Guerrilla e a Kojima Productions trabalharam juntas nos últimos anos.

Para a maioria dos editores, o lançamento de um jogo no PC não seria grande coisa já que a maioria das empresas de videogame tenta colocar seu software no maior número possível de plataformas, mas para a Sony, este é um movimento notável. Desde o lançamento do PlayStation 1 em 1994, praticamente todos os jogos financiados e desenvolvidos pela Sony são exclusivos de uma plataforma PlayStation. (Os jogos online multijogador massivos para PC da Sony, incluindo o EverQuest, são a principal exceção.) A estratégia da Sony sempre foi impulsionar as vendas de hardware com software e vice-versa.
É de se esperar que eles adotem a mesma abordagem com os jogos futuros do PlayStation 5, que serão lançados ainda esse ano.

Mas, como o analista Mat Piscatella apontou com inteligência, o futuro dos videogames está nos ecossistemas, não nas plataformas. O maior concorrente da Sony, a Microsoft, tem sido mais aberto com relação à sua estratégia independente de plataforma, com o chefe do Xbox Phil Spencer falando frequentemente sobre querer colocar seus jogos no maior número possível de mãos.
Nos últimos dois anos, a Microsoft lançou todos os seus jogos Xbox no PC também.
A Sony seguirá o exemplo com sua própria lista de exclusivos da PlayStation? A próxima porta para PC da Horizon pode ser um sinal revelador.

Fonte: Kotaku

Sigam nossas Redes Sociais!

Final Fantasy VII Remake e Marvel's Avengers são adiados.

A Square Enix anunciou oficialmente que Marvel’s Avengers foi adiado para 4 de setembro de 2020. Originalmente, o jogo seria lançado em 15 de maio.

Leia a mensagem da Crystal Dynamics a seguir:

Para nossos fãs,

Na Crystal Dynamics, nossa ambição sempre foi oferecer a melhor experiência em jogos dos Vingadores. Para atingir esse objetivo, tomamos a difícil decisão de mudar a data de lançamento de Marvel’s Avengers para 4 de setembro de 2020.

Como fãs, é uma honra e um privilégio trabalhar com esses personagens lendários e sabemos o que esses Super-Heróis significam para nós e os True Believers em todo o mundo. Quando decidimos trazer a você a nossa visão de Marvel’s Avengers, comprometemo-nos a oferecer uma campanha original baseada em histórias, envolver a cooperação e conteúdo atraente nos próximos anos. Para esse fim, gastaremos esse tempo adicional de desenvolvimento focando no ajuste fino e aprimorando o jogo com os altos padrões que nossos fãs esperam e merecem.

As equipes mundiais que trabalham em Marvel’s Avengers agradecem sinceramente o apoio que você nos mostrou. Nós prosperamos com seu entusiasmo e feedback e mal podemos esperar para mostrar mais. Pedimos desculpas pelo atraso. Estamos confiantes de que valerá a pena esperar.

A Square Enix também anunciou oficialmente que Final Fantasy VII Remake foi adiado para 10 de abril de 2020. Originalmente, o jogo seria lançado em 3 de março de 2020.

“Sabemos que muitos de vocês estão ansiosos pelo lançamento de FINAL FANTASY VII REMAKE e esperam pacientemente para experimentar o que estamos trabalhando. Para garantir a entrega de um jogo alinhado com nossa visão e a qualidade que nossos fãs merecem, decidimos mudar a data de lançamento para 10 de abril de 2020.

Estamos tomando essa decisão difícil para nos dar algumas semanas extras para aplicar o polimento final ao jogo e oferecer a você a melhor experiência possível. Eu, em nome de toda a equipe, quero me desculpar com todos, pois sei que isso significa esperar o jogo um pouco mais.

Resumo do ano 2019 do Playstation.

Comemore suas conquistas com um tema PS4 gratuito e sete avatares.

Tudo indica que 2020 será um grande ano para os games, com uma nova geração de consoles e vários games bastante aguardados. Mas antes, queremos presentear nossos fãs com uma retrospectiva PlayStation para o ano de 2019. É uma maneira divertida de relembrar seus momentos favoritos nos games durante o ano que acabou.

De hoje até o dia 14 de fevereiro, o Resumo do Ano 2019 do PlayStation mostrará uma retrospectiva dos games que jogou no seu PlayStation 4, com dados como o número de títulos jogados, tipos de games favoritos e mais.

Sony disponibiliza site que fornece suas estatísticas de 2019; jogos mais jogados, quantos troféus pegos e mais…

PlayStation 2019 Wrap-Up

PlayStation 2019 Wrap-Up

PlayStation 2019 Wrap-Up

Para tornar tudo extra especial, todos os fãs PlayStation elegíveis receberão um tema e sete avatars gratuitos para comemorar seus feitos nos games durante 2019, e mostrar sua personalidade como gamer:

Qual deles é você? Fique de olho em um e-mail** com os resultados, ou vá até o nosso site para descobrir. Você também pode compartilhar seus resultados com seus amigos nas redes sociais com a função de compartilhamento integrada do site.

Jim Ryan anuncia características do PS5.

O site Business Insider Japan publicou uma nova entrevista com o presidente e CEO da Sony Interactive Entertainment, Jim Ryan, que aborda brevemente o recém-revelado logotipo do PlayStation 5, faz teaser para características únicas ainda não anunciadas e sugere que, ao contrário do PlayStation 4, o lançamento japonês não será posterior ao lançamento no Ocidente.

  • Sobre as semelhanças entre os logotipos do PlayStation 4 e do PlayStation 5

Jim Ryan: “É importante dar uma sensação de consistência aos produtos da marca PlayStation. É obrigatório para quem vê [o logotipo] pensar imediata e positivamente: ‘Esse é o PlayStation’.

“Existem mais de 100 milhões de proprietários de PlayStation 4 – há uma comunidade lá. Temos a obrigação de mantê-los felizes, interessados ​​e absorvidos [no PlayStation].”

  • Sobre a migração do PlayStation 4 para o PlayStation 5

Jim Ryan: “Durante a migração do PlayStation 4 para o PlayStation 5, ainda haverá muitos usuários do PlayStation 4. Isso é muito importante e temos uma obrigação para com esses usuários. Da mesma forma, precisamos elaborar novos apelos para o PlayStation 5. Este ano será um ano difícil, mas especial para nós, em comparação com os lançamentos anteriores de console.”

  • Sobre os apelos únicos do PlayStation 5

Jim Ryan: “Cada vez que um novo console é lançado, o processador e os gráficos melhoram. É claro que isso é atraente, mas precisamos ter apelos especiais também. Já confirmamos o uso de uma unidade de SSD. Ter tempos de carregamento quase nulos é uma grande mudança.

“O áudio 3D e o suporte de feedback háptico do controle também são coisas que, quando você os experimenta, ficará surpreso com o tamanho da mudança. Mesmo apenas jogando o jogo de corrida Gran Turismo Sport com um controle PlayStation 5 é uma experiência completamente diferente. Embora funcione bem com o controle anterior, não há como voltar atrás depois de experimentar a superfície da estrada detalhada via controle háptico e jogar usando os gatilhos adaptáveis.

“Ainda existem mais elementos únicos para o PlayStation 5 que o separam dos consoles anteriores. As ‘maiores diferenças’ ainda não foram anunciadas.”

  • Na janela de lançamento em japonês

Jim Ryan: “Não posso comentar sobre o momento dos mercados de lançamento ou sobre o lançamento em si. No entanto, o atraso de três meses para o lançamento do PlayStation 4 no Japão foi uma decisão em que eu estava profundamente envolvido. Havia uma base razoável para essa decisão, mas atualmente não acho que seja uma boa ideia. Foi uma decisão tomada após muito debate, mas pode ter havido outras opções.”

A previsão de lançamento do PS5 é estimada para o final de 2020.

[Rumor]Jornalista do site Kotaku afirma que PS5 terá exclusivos no lançamento.

Jason Schreier, jornalista do site Kotaku, mencionou no podcast Kotaku Splitscreen que, segundo suas fontes, o PlayStation 5 terá títulos exclusivos em seu lançamento. Não apenas isso, mas “totalmente exclusivos” de fato – que o PS4 não receberá também.

Exemplificando melhor: se um Horizon Zero Dawn 2 for um título de lançamento do PlayStation 5, ele seria exclusivo do novo console e não chegaria ao PS4.

O motivo desse comentário é que a Microsoft revelou nesta semana que nos primeiros anos do Xbox Series X, veremos os exclusivos da companhia presentes tanto no novo console quanto no Xbox One. A ideia da Microsoft é oferecer os seus jogos no maior número possível de plataformas.

Apesar do conteúdo da Sony ser exclusivo, os jogos third-parties serão cross-gen no lançamento do PlayStation 5, da mesma forma que aconteceu na transição do PS3 para PS4. Ou seja, jogos da Ubisoft, EA, Activision e outras companhias ainda devem aparecer no PS4 no início da vida do PS5.

Obviamente, o que está apresentado aqui é a fonte de um jornalista (bastante confiável), porém considere como rumor até anúncios oficiais acontecerem.

Elden Ring, Cyberpunk 2077 e The Last of Us Part 2 receberão novos trailer no Taipei Game Show.

Ontem (06), a Sony anunciou a programação de jogos que serão exibidos no Taipei Game Show, evento que ocorre em Taiwan entre 6 e 9 de fevereiro.

A lista inclui 23 jogos e a maioria contará com demo jogável. Entretanto, alguns títulos só terão trailers novos, como é o caso de Elden RingCyberpunk 2077 e The Last of Us Part IIElden Ring parece o mais surpreendente do grupo, já que a FromSoftware permanece silenciosa sobre o título desde a revelação da E3 2019.

Confira a lista completa:

  • The Last of Us Part II – Apenas vídeo
  • Marvel’s Iron Man VR – Demo jogável e vídeo
  • Nioh 2 – Demo jogável e vídeo
  • Final Fantasy VII Remake – Demo jogável e vídeo
  • Trials of Mana – Demo jogável e vídeo
  • Marvel’s Avengers – Demo jogável e vídeo
  • Cyberpunk 2077 – Apenas vídeo
  • Resident Evil Resistance – Demo jogável e vídeo
  • One Piece: Pirate Warriors 4 – Demo jogável e vídeo
  • Sword Art Online Alicization Lycoris – Demo jogável e vídeo
  • Tales of Arise – Apenas vídeo
  • Elden Ring – Apenas vídeo
  • Fairy Tail – Demo jogável e vídeo
  • Ys IX – Demo jogável e vídeo
  • Persona 5 Royal – Demo jogável e vídeo
  • 13 Sentinels: Aegis Rim – Demo jogável e vídeo
  • Granblue Fantasy Versus – Demo jogável e vídeo
  • Yakuza: Like a Dragon – Apenas vídeo
  • NBA 2K20 – Demo jogável e vídeo
  • Gungrave G.o.r.e. – Apenas vídeo
  • Yo-Kai Watch 4++ – Apenas vídeo
  • Way of the Samurai Gaiden Katanakami – Apenas vídeo
  • Gleamlight – Apenas vídeo

Tio Phil revela processador da Xbox Series X.

Phil Spencer, o chefe da divisão Xbox, começou 2020 ao alterar a sua imagem de perfil no Twitter.

Porque é que a troca de imagem de perfil de Phil Spencer é tão interessante? É muito simples. A nova imagem de perfil de Phil Spencer mostra o processador da Xbox Series X, a consola da próxima geração da Microsoft.

Esta é, de fato, a primeira imagem do processador da console. À esquerda o processador tem escrito “8K”; à direita está escrito “Project Scarlett” (o nome de código da Xbox Series X).

O processador da Xbox Series X foi personalizado pela AMD usando as mais recentes arquitecturas Zen 2 e RDNA. A Microsoft afirma que o console tem um poder computacional de 12 Teraflops, memória GDDR6 e discos SSD NVMe para reduzir drasticamente os loadings.

Xbox Series X – Lançamento e Preço

O plano da Microsoft continua a ser lançar a Xbox Series X (previamente conhecida apenas como Project Scarlett) no Natal de 2020. Ainda não existe uma data de lançamento concreta anunciada, mas recordem-se que a Xbox One foi lançada em Novembro de 2013 (esta é a data mais provável para o lançamento de uma console, aproveitando assim a época de Natal para potenciar as vendas). O preço ainda não foi revelado, mas a especulação aponta que a Xbox Series X custe 499 euros, afinal, foi este o preço de lançamento da Xbox One X.

A Xbox Series X tem um poder computacional de 12 Teraflops – para colocar este valor em perspectiva, é o dobro do Xbox One X e oito vezes mais do que um Xbox One normal. O processador foi personalizado pela AMD usando as mais recentes arquitecturas Zen 2 e RDNA. A Microsoft promete que a Xbox Series X será o seu “console mais rápido, mais poderoso e estabelecer um novo padrão para desempenho, velocidade e compatibilidade”. O console tem também memória GDDR6 e discos SSD NVMe para reduzir drasticamente os loadings.

De um ponto de vista técnico, a Microsoft diz que a Xbox Series X será capaz de entregar uma excelente qualidade visual a 4K e 60 FPS, com a possibilidade de alcançar 120 FPS. Há ainda suporte para Variable Refresh Rate (VRR) – o que aumenta a fluidez da imagem – e capacidade para 8K. A Microsoft diz ainda que o design industrial da consola permite “entrar quatro vezes o poder de processamento da Xbox One X”.

Jogos do Xbox Series X

Até agora estão confirmados oficialmente dois jogos para a Xbox Series X: Halo Infinite, que será título de lançamento, e Senua’s Saga: Hellblade II, que foi apresentado durante os The Game Awards 2019. Fora isto, a Microsoft acrescenta que “os criadores de jogos de todo o globo já estão trabalhando arduamente em conteúdo para a Xbox Series X e os nossos 15 Xbox Game Studios estão a desenvolver o maior e mais criativo e diverso alinhamento de exclusivos Xbox na nossa história”.

A Xbox Series X continua a filosofia de retrocompatibilidade da Microsoft iniciada com a Xbox One, ou seja, todos os títulos lançamentos nas gerações anteriores serão retro-compatíveis com a Xbox Series X. Isto significa que terás acesso a toda a tua coleção de jogos no novo console da Microsoft. Além disto, o serviço Xbox Game Pass continuará a estar disponível. Se fores subscritor, terás acesso a uma coleção com mais de 100 jogos logo no lançamento da Xbox Series X.

O novo comando Wireless do Xbox Serie X

Um novo Xbox Wireless Controller será lançado com o novo console da Microsoft. À primeira vista o comando é muito parecido com o atual, mas a Microsoft disse que “o seu tamanho e forma foram refinados para acomodar um leque ainda maior de pessoas”. Outra novidade é a adição de um botão de compartilhamento para permitir a captura de imagens e clips de gameplay muito mais facilmente. O D-Pad deste novo comando é derivado o Xbox Elite Series 2. O novo Xbox Wireless Controller será compatível com Windows 10 PCs, a Xbox One e estará incluído em todas as Xbox Series X.

Funcionalidades

O Xbox Series X vai manter todas as funcionalidades do Xbox One, incluindo retrocompatibilidade com os jogos de gerações anteriores, suporte para monitores e televisões com Variable Refresh Rate (VRR). A Microsoft também faz referência à sua tecnologia patenteada Variable Rate Shading (VRS), que “vai permitir aos produtores extrair ainda mais do GPU da Xbox Series X”. O console terá igualmente um modo automático de baixa latência e a funcionalidade de Dynamic Latendy Input para responder aos comandos do jogador o mais rápido possível.

Por último, “o Xbox Series X também foi desenhado para um futuro na Cloud, com capacidades únicas embutidas no hardware e software que facilitam o máximo possível trazer grandes jogos para o console e ainda Ray Tracing acelerado por hardware.