Final Fantasy VII ganha nova imagem com protagonistas!

A Square Enix divulgou nova imagem que dá destaque aos personagens principais do game, nos arredores de Midgar, com o QG da Shinra Corporation ao fundo.

“Combinando visuais incríveis, design de mundo impressionante, uma trilha sonora gloriosa, impecável combate de ação estratégico e um elenco de personagens cativante – Final Fantasy VII Remake está quase entre nós”, diz a mensagem. “Esperamos que você esteja pronto para ele.”

Previsto inicialmente para 3 de março, o jogo acabou sendo adiado para 10 de abril no PlayStation 4, que terá exclusividade temporária por um ano no console.

Life is Strange 2: Edição física chega ao Brasil em 2020

Fala Nação!

Último capítulo do game será lançado em dezembro e a Square Enix anunciou nesta última quarta-feira (16) que as edições físicas de Life is Strange 2 estarão disponíveis na América do Norte e América Latina (incluindo o Brasil) no dia 4 de fevereiro de 2020.

No entanto, a empresa deixou claro que as datas de lançamento podem variar em países específicos. Abaixo, confira mais detalhes sobre as duas versões físicas do game:

Life is Strange 2 Standard Edition inclui:

  • A Temporada Completa
  • Jogo Bônus: The Awesome Adventures of Captain Spirit
  • Patches de Arcadia Bay: para personalizar a mochila de Sean dentro do jogo

Collector’s Edition de Life is Strange 2 Exclusiva da Loja da Square Enix:

  • A Temporada Completa
  • Jogo Bônus: The Awesome Adventures of Captain Spirit
  • Patches de Arcadia Bay: para personalizar a mochila de Sean dentro do jogo
  • Partitura oficial de Jonathan Morali – conjunto de caixas de vinil 4×7
  • Livro de capa dura de 32 páginas, com arte conceitual de Life is Strange 2
  • Bonecos de Sean e Daniel de 10cm e 7cm respectivamente
  • Caixa de apresentação da edição de colecionador

História do game

Em Life is Strange 2, controlamos Sean Diaz, um adolescente de 16 anos que tem o papel de proteger o irmão caçula e tomar as decisões em nome da dupla. Já Daniel Diaz, garoto de 9 anos, é curioso, imaginativo e repleto de energia.

O último capítulo da segunda temporada de Life is Strange será lançado no dia 3 de dezembro para Xbox One, PlayStation 4 e PC (via Steam).

Fonte: IGN

JOGAMOS MARVEL’S AVENGERS! VEJA O QUE ACHAMOS.

A Square Enix disponibilizou uma demo do jogo Marvel’s Avengers nesta edição da maior feira de jogos da América Latina, a BGS 2019, que ocorreu entre os dias 9 e 13 deste mês de Outubro.

O jogo estava disponível no stand da Sony, mas apenas para quem agendasse um horário via aplicativo.

A versão da demo era a mesma já mostrada durante outros eventos e disponibilizada ao público na Internet. A única diferença era que, no final, era exibido um trailer com mais informações sobre o gameplay e algumas mecânicas do game.

A ordem dos personagens, contexto e fase foram os mesmos já vistos antes.

Iniciamos jogando com Thor, contra alguns inimigos humanos. Jogar com o Deus do Trovão realmente passa a sensação de se estar na pele de um Deus, e eu não sei até que ponto isso é um ponto positivo. Talvez seja o nível de dificuldade que estava mais baixo, para se adequar à demonstração, ou ainda o gameplay possa estar meio desbalanceado mas, na sequência jogável com o Thor, não senti desafio ou sensação de perigo real. O personagem tem ataques poderosíssimos, utilizando-se do seu martelo Mjönir e invocando rajadas de raios durante os golpes. Com um sistema muito parecido com o último God of War, Thor pode arremessar seu martelo nos inimigos e chamá-lo de volta. Enquanto não está com o martelo, é possível desferir golpes com as mãos.

Os inimigos variaram entre alguns inimigos comuns, com armas, e outros com escudos. Para derrotar os inimigos com escudos, é necessário carregar um ataque para inutilizar o escudo, mirar em uma área do corpo do inimigo desprotegida, ou atacá-lo por trás (não fiz este último, mas imagino que, logicamente, seja possível).

Em seguida o jogo nos coloca na pele (ou seria na armadura?) do Homem de Ferro. Aqui senti a dificuldade um pouco mais elevada, chegando a morrer em determinada hora. Entre momentos de perseguição aérea e combate no chão, o personagem tem um foco de combate a média distância, com rajadas de energia disparadas pelas mãos, mas também é possível desferir golpes corpo a corpo.

Após derrotar alguns inimigos com o Homem de Ferro, é a hora de jogarmos com o Hulk. O Gigante Esmeralda aparenta ser tão poderoso quanto Thor. Ambos os personagens passam a sensação de serem indestrutíveis, ao menos neste momento do game, contra estes inimigos comuns. Algo que me agradou foi o fato de certos momentos do gameplay com o Hulk, em que o personagem corre, escala, pula, estarem de fato sob o controle do jogador, e não serem apenas uma cutscene inserida sutilmente no meio do gameplay.

Após jogar com o Hulk, vamos ao controle do Capitão América, que está isolado dos outros heróis, dentro do porta-aviões da Shield. Achei muito interessante jogar com o personagem, me lembrando até mesmo um pouco da energia da série Batman Arkham. Não que haja realmente grandes semelhanças entre os jogos – não há -, mas a câmera, o estilo de luta, os golpes, nos fazem lembrar um pouco do sentimento ao jogar a franquia do morcego. O Capitão é ágil nos golpes, e o gameplay fica mais dinâmico com o uso do seu escudo, que pode ser usado para defesa e ataque. Em certos momentos, na hora de finalizar o inimigo, o jogo nos apresenta animações bem legais de se ver.

Depois do Capitão América, é a vez da Viúva Negra. O gameplay com a personagem inicia com uma sequência scriptada, mas muito bem feita. Enquanto persegue o vilão Treinador (Taskmaster, no original), é possível ver ao fundo os demais heróis agindo para conter a destruição na grande ponte, interagindo entre si sobre o que acontece no momento. Depois da perseguição aérea ao Treinador, a batalha vai para o solo. A Viúva Negra possui duas pistolas que podem ser disparadas contra o inimigo. Na primeira parte da luta o Treinador mantém um combate a média distância pelo ar, obrigando o jogador a se esquivar e usar as pistolas.

O vilão Treinador.

Depois de algum dano causado, o vilão começa a atacar pelo chão. A Viúva Negra pode usar as pistolas quando estiver à distância, e também ataques de chutes e socos quando estiver próxima ao inimigo. A personagem também possui um gadget que funciona como um gancho, que se prende ao inimigo e a leva para perto. Nos golpes corpo-a-corpo, a personagem utiliza dois bastões, que podem ser ativados e desferir descargas elétricas.

Todos os personagens, em determinado momento, podem ativar um tipo de habilidade especial. A Viúva Negra pode ficar invisível na batalha contra o Treinador, Thor carrega raios pelo corpo ganha ataques mais poderosos, Homem de Ferro lança um poderoso raio que sai do reator de energia em seu peito, Hulk bate as mãos e lança uma onda de energia contra os inimigos, e o Capitão América realiza um ataque com o escudo que incapacita todos os inimigos ao redor.

Acredito que muitos outros ataques possam ser liberados no decorrer do game.

Graficamente o jogo está aceitável, mas de forma alguma está no nível de outros grandes jogos, como Spider-Man, Batman Arkham Knight (comparando com outros jogos de heróis) ou God of War. Talvez seja porque o jogo ainda está em estágio de desenvolvimento, mas é possível notar muitas imperfeições visuais, principalmente nos cenários. Obviamente isso não deve interferir muito no sucesso do jogo, mas é algo importante de se apontar.

Após o término da Demo, vemos um trailer com foco na história, já mostrado ao público antes, e também um vídeo explicando algumas das mecânicas do game.

O jogo contará com um sistema online, onde aparentemente poderemos jogar em Coop com amigos, cada um controlando um herói. É possível esperar também um grande sistema de aperfeiçoamento de habilidades para os personagens e, além disso, a base dos Vingadores, que aparenta estar abandonada, também poderá receber upgrades durante o game.

O jogo teve uma revelação meio conturbada, com muitas críticas ao visual dos personagens e até mesmo ao gameplay exibido. Mas após jogar a Demo, acredito que Marvel’s Avengers pode vir a ser o jogo que todos os fãs esperavam. A Square Enix parece estar atenta ao que os fãs querem.

O lançamento está previsto para 15 de maio de 2020, e o jogo terá versões para PlayStation 4, Xbox One, PC e Google Stadia.

Final Fantasy 8 Remaster já disponível

Depois de anunciado o Remake de Final Fantasy 7, do lançamento dos recentes ports de jogos como Final Fantasy 9, e dos remasters de jogos como Final Fantasy 10 ou Final Fantasy 12, há muito que os fãs perguntavam por Final Fantasy 8.

cropped-Vamers-Gaming-Final-Fantasy-VIII-Remastered-Everything-you-need-to-know-

Este clássico da Square Enix parecia perdido no tempo e sem chance de ser lançado numa plataforma atual. mas para nosso alivio  já podemos  reencontrar (ou conhecer) Squall Leonhart neste remaster.

FF8 (1)

Imagem Comparando versão Original Vs Remaster

Lançado originalmente em 1999 para a PS1 , o Game chegou hoje dia 03 de setembro e está disponível na Nintendo Switch, PC, PS4 e Xbox One.

 

Após ameaças de morte, Square Enix cancela torneio

Durante a semana, equipe de Starwing Paradox recebeu diversas ameaças.

A Square Enix decidiu cancelar uma série de torneios após receber diversas ameaças de morte.

Recentemente, a companhia foi ameaçada por um Japonês de 40 anos, o que levou a policia a prender o homem, mas agora está novamente enfrentando uma situação na qual teme pela vida dos seus funcionários e pessoas envolvidas nos eventos.

A Square Enix cancelou os torneios de Starwing Paradox, um jogo de mechs disponível nos arcades Japoneses, devido as várias ameaças de morte que foram feitas a equipe responsável pelo jogo.

A Square Enix vem trabalhando em conjunto com a polícia na investigação das ameaças e como precaução, os torneios, que iriam acontecer em diversas cidades Japonesas, foram cancelados.

A Square Enix pediu desculpas a todos os que estavam ansiosos pelos torneios, mas diz não ter condições para realizá-los, considerando o risco de ataques ou outro tipo de violência.

Este é apenas o mais recente incidente relacionado com ameaças de morte no Japão e após o que aconteceu com a Kyoto Animation – onde o fogo ocasionado por um incêndio criminoso lamentavelmente resultou na morte de 33 pessoas.

Uma pena.

Fonte: Eurogamer

Sigam nossas Redes Sociais!

Just Cause 4 recebe novo DLC no final do mês

Fala Nação!

Vem aí uma nova DLC para o Just Cause 4, uma mistura de “De Volta para o Futuro” e “Exterminador do Futuro” com mais explosões e mais loucura.

A Square Enix e a Avalanche Studios anunciaram a chegada de Just Cause 4: Danger Rising. Este é o terceiro e último pacote com conteúdos adicionais para o Just Cause 4 e chegará em 22 de Agosto para todos os que compraram a Gold Edition ou o Expansion Pass, e em 29 de Agosto para os restantes jogadores.

Além do trailer, que podemos ver a baixo, foram partilhadas as primeiras informações deste Just Cause 4: Danger Rising. Neste novo DLC, Rico contará com uma Hoverboard para enfrentar a Agência, que tenta matá-lo. Rico contará com a ajuda de Tom Sheldon para entrar em novas missões que envolvem a investigação de um novo submarino que surgiu na costa de Solis.

A Avalanche diz que Danger Rising mudará para sempre Just Cause 4 pois apresenta o Hoverboard e oportunidades de gameplay inéditas.

Sigam nossas redes sociais!

E3 2019: FINAL FANTASY VII anunciado

A Square Enix mostrou o gameplay do jogo e revelou um novo trailer recheado de conteúdo, além de confirmar detalhes importantíssimos sobre o Remake, que terá conteúdo para dois discos de Blu-Ray, a primeira parte do Remake chega ano que vem e será focada em Midgar, a gigantesca cidade industrial onde começamos a história. Midgar é uma parte incrivelmente importante de FF7 e segundo a Square, há ainda mais conteúdo para explorar dentro de suas paredes, o que permitirá que ela dê ênfase neste ambiente em um primeiro momento, antes de partir para o resto do mundo do game no futuro.

Não está claro quantas partes Final Fantasy 7 Remake terá, mas se imaginarmos que cada disco de Blu-Ray será uma parte, o jogo deve ser dividido entre Midgar – agora maior e com ainda mais coisas para fazer – e o resto do mundo.

A Square Enix fez questão de mostrar muito do combate de Final Fantasy 7 Remake, que abandona o sistema por turnos em favor de algo mais orientado por ação em tempo real. Entretanto, algumas funções garantirão que ainda exista elementos de estratégias nas batalhas. Ao longo do combate, especialmente ao atacar inimigos, você vai carregar a barra de ATB, que no Remake permite utilizar o Modo Tático. Essa ferramenta deixa o jogo mais devagar e te dá tempo para planejar o uso de suas habilidades,ainda teremos diversos ataques clássicos de FF7, como o Cross Slash de Cloud, estão de volta e mais bonitos do que nunca.

Pelo que foi mostrado do sistema de combate, Final Fantasy 7 Remake tentará honrar a herança de estratégia do original enquanto deixa as lutas mais frenéticas e dinâmicas, algo importante para uma versão moderna do jogo. O jogo já esta em sua pré venda na PSN com lançamento para 3 de março de 2020